Brasil

PM é suspeito de matar esposa e corpo da vítima é exposto nas redes sociais

Patrícia foi baleada na nuca, na cabeça e no peito

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Na última segunda-feira (4), uma mulher de 23 anos, identificada como Patrícia Salviano Irrthum, foi morta a tiros em Vespiano, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. De acordo com informações do G1 Minas Gerais, o marido da vítima, que é sargente da Polícia Militar,   é o principal suspeito do crime. Patrícia foi baleada na nuca, na cabeça e no peito.

Segundo a PM, os policiais acharam Patrícia morta deitada em uma casa dentro de casa. O sargento Glaysson de Souza Costa está desaparecido desde o dia do crime. 

Foto: reprodução

Após o crime, foram feitas postagens no status do WhatsApp de Patrícia Salviano, inclusive com fotos do corpo. Uma das publicações no WhatsApp de Patrícia dizia "fui trair meu marido 'polícia' deu nisso".

“Também foram publicados foto do corpo dela e dizeres que incriminam o militar, mas temos que esperar a apuração”, explicou o major Flávio Santiago, porta-voz da PM, ao G1 MG.

A polícia civil apura o caso e continua em busca do militar. A autoria do crime, a motivação e o responsável pela publicação das imagens continua sendo investigado. 

“Estava no status do celular dela, inclusive foto dela morta. Isso foi repassado para a polícia investigatória”, explicou major Santiago.

Foto: reprodução