Brasil

Polícia descarta participação de namorado na morte da jovem de 16 anos em Feira de Santana

O delegado Gustavo Coutinho disse que o irmão da vítima contou aos familiares que Lauriane foi atingida por um tiro acidental

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

No último domingo (27), uma jovem de 16 anos, identificada como Lauriane Bastos de Araújo, foi morta a tiros, em Feira de Santana. O andamento das investigações da polícia descartou a possibilidade de envolvimento do namorado da vítima no crime, como havia sido divulgado pela polícia anteriormente e noticiado pelo iBahia.

Em entrevista ao G1 Bahia, o delegado Gustavo Coutinho,  responsável pelo caso, disse que o irmão da vítima contou aos familiares que Lauriane foi atingida por um tiro acidental.

“No início, a gente suspeitava do namorado. Só que o namorado foi ouvido e ficou comprovado que não foi ele. Descobrimos que foi o irmão. Ele [irmão] estava internado na Fundação da Criança e do Adolescente (Fundac), e no final de semana foi liberado para casa. No domingo, na hora do crime, ele estava solto. Pela tarde, ele retornou para Fundac. Mas, na segunda, os agentes levaram ele para o enterro. Foi lá que ele acabou falando que cometeu o crime. Ele disse que arma estava em cima da geladeira, que caiu e disparou na irmã por causa de um acidente”, explicou o delegado ao G1 BA.



O caso continua sendo investigado. O irmão da vítima, que está custodiado na Fundação da Criança e do Adolescente (Fundac), e outras duas testemunhas serão ouvidos nos próximos dias.