Brasil

Polícia procura professor de igreja suspeito de abusar sexualmente 15 crianças

Vítimas tinham idade entre 4 e 10 anos

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

O professor de catequese José Antônio Silva, de 47 anos, está sendo procurado pela Polícia Civil suspeito de abusar sexualmente crianças com idade entre 4 e 10 anos. De acordo com informações da polícia ao G1 Distrito Federal, os abusos ocorrem há pelo menos duas décadas e já foram identificadas e ouvidas pelo menos 15 vítimas. O caso aconteceu em Guará, no Distrito Federal.

Em entrevista ao G1 DF, o delegado Douglas Fernandes de Moura, responsável pela investigação, contou que José Antônio usava o dom da palavra para praticar os abusos.
"Ele utilizava do dom da palavra e do jeito brincalhão de ser, de uma pessoa que é bem vista por todos. Então ele usava esses subterfúgios para praticar esses atos", contou o delegado.

Foto: Polícia Civil do DF/Reprodução
José Antônio Silva é professor de catequese de uma paróquia e professor de uma escolinha de futebol. A polícia indiciou José Antônio por estupro de vulnerável, em cada um dos casos já relatados, e a justiça já expediu um mandado de prisão preventiva.

Segundo informações do G1 DF, as investigações apontam que a maioria das vítimas foram meninos e os abusos só duravam até a criança completar 10 anos. Depois disso, o suspeito parava com os estupros sem explicações.



"Os abusos ocorriam na casa da mãe do foragido. Entre as vítimas também estão sobrinhos e afilhados", disse o delegado João Maciel, da 4ª Delegacia de Polícia (Guará) ao G1 DF.