Brasil

Policial militar é morto por colega de trabalho: 'atingido no rosto'

Eles chegaram a descer do carro e entrar em luta corporal

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Na última sexta-feira (5), um policial militar de 42 anos, identificado como Lécio dos Santos, morreu após um desentendimento com um colega de corporação. O caso aconteceu na Região Metropolitana de Curitiba (Paraná). As informações são do G1. 

Segundo informações da Polícia Militar, os policiais estavam voltando de uma ocorrência de roubo em Campo Largo quando eles discutiram por causa da velocidade em que Lécio dos Santos conduzia o veículo. 

Eles chegaram a descer do carro e entrar em luta corporal. Em determinado momento, Elias Postanovski, de 31anos, atirou no rosto de Lécio, que morreu no local. 

Ainda segundo a polícia, Elias Postanovski foi preso em flagrante por um terceiro integrante da equipe, que tentou sem sucesso separar a briga. O soldado foi levado para o 17° batalhão, em Piraquara, e deve responder pelo crime de homicídio.

Em nota ao G1, a Polícia Militar classificou como gravíssima a situação e lamentou o ocorrido. "O policial militar responsável pelo disparo encontra-se preso em flagrante pelo crime militar de homicídio, e permanecerá sob custódia, à disposição da autoridade judiciária competente. O Comando-Geral da Polícia Militar do Paraná ressalta que a atitude afronta todos os valores fundamentais da instituição e do Estado Democrático de Direito e que neste momento de profunda infelicidade e comiseração, concentra seus maiores esforços no apoio aos familiares de ambos os militares estaduais envolvidos na tragédia", diz a nota. O caso está sendo investigado pela corregedoria da PM.