Brasil

Prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, é preso em operação da polícia e do MPRJ

Ação faz parte de um desdobramento da Operação Hades

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (Republicanos) foi preso na manhã desta terça-feira (22) em uma ação envolvendo a Polícia Civil e o Ministério Público do estado (MPRJ). A ação faz parte de um desdobramento da Opreração Hades, que investiga um suposto "QG da Propina" na Prefeitura do Rio de Janeiro. As informação são do G1 (RJ).

Crivella foi preso na casa onde mora na Barra da Tijuca, bairro na zona oeste da cidade. De acordo com o veículo jornalístico, ele afirmou antes de entrar na Delegacia Fazendária que foi o prefeito que mais combateu a corrupção e que aguarda "justiça".



Além do político, foram presos o delegado aposentado Fernando Moraes, o ex-tesoureiro da campanha Mauro Macedo e os empresários Rafael Alves, Adenor Gonçalves e Cristiano Campos. Foi determinado pelo ministro do Supremo Tribunal Federal, Edson Fachin, que todos os detidos irão passar por uma audiência de custódia às 15h.

Crivella foi preso 9 dias antes de terminar o mandato dele. Como o vice-prefeito Fernando Mc Dowell faleceu em maio, a prefeitura será assumida pelo presidente da Câmara de Vereadores, Jorge Felippe (DEM).