Brasil

Previdência: Câmara reduz idade mínima para aposentadoria de professores

Parlamentares votam alterações ao texto-base da reforma, aprovado esta semana

Manoel Ventura e Geralda Doca, da Agência O Globo


A Câmara dos Deputados aprovou nesta sexta-feira (12) a proposta de reduzir a idade mínima para aposentadoria de professores que já estão no mercado de trabalho - ou seja, aqueles que têm regra de transição prevista na reforma da Previdência. Este era um dos sete destaques ao texto-base da reforma - aprovado na noite de quarta-feira (10) - que estão sendo votados desde ontem pelos parlamentares.

A idade mínima será de 55 anos no caso dos homens (o texto aprovado previa 58 anos). E de 52 anos, no caso das mulheres (o texto aprovado estabelecia 55 anos). Isso será válido para os profissionais que já estão trabalhando e que decidam optar pela regra de transição que prevê pedágio de 100% sobre o tempo que falta para se aposentar. Para os demais trabalhadores, a idade mínima nessa regra de transição, com pedágio de 100%, é de 60 anos (homens) e 57 anos (mulheres).