Brasil

Primo diz que Claudineia ficou chocada com possibilidade de bebê ficar paraplégico

Médicos acreditam que Arthur salvou a vida da mãe

Gustavo Goulart, do Correio 24h

Claudineia dos Santos, mãe do bebê Arthur, atingido por uma bala ainda no ventre dela, está muito abalada. Segundo Walter Clebson, primo dela, Claudineia ficou extremamente sensibilizada ao saber da possibilidade de Arthur ficar paraplégico.

- Ela foi ao Hospital Adão Pereira Nunes para ver o filho e ouviu dos médicos que existe a possibilidade de ele ficar paraplégico. Foi um choque muito grande. Mas ouviu também que há chances de recuperação. Ela ficou mais tranquila quando viu o filho - contou Clebson.

Foto: Reprodução/TV Globo
O primo contou ainda que ela ouviu as explicações dos médicos de como foi a cirurgia do seu filho, e depois disso, segundo ele, Claudineia ficou bastante esperançosa. Ela aproveitou para tirar leite.

Ainda de acordo com Clebson, a primeira noite de Claudineia fora do hospital foi tranquila.

- Ela conseguiu dormir tranquila. Se alimentou razoavelmente bem. Mas o que ela mais quer agora é levar seu filho para casa - disse Walter.

Os médicos que estão assistindo o bebê Arthurdisseram que é bem provável que ele tenha salvado a vida dela ao conter o percurso da bala. Em entrevista coletiva, a equipe médica do Hospital Estadual Adão Pereira Nunes ressaltou, no entanto, que essa informação só deve ser totalmente confirmada com os profissionais que o atenderam no hospital Moacyr do Carmo, onde o bebê foi atendido primeiramente.

- Podemos já considerar o bebê um guerreiro, um vitorioso. Ele é muito forte - disse Eduardo de Macedo Soares, coordenador médico da UTI Neonatal do hospital.

Segundo Soares, Arthur ainda apresenta estado grave de saúde e corre o risco de ficar paraplégico.