Brasil

Procuradora se irrita, vai para cima de repórter e arranca microfone

Caso foi em Uberlândia, em Minas Gerais, durante gravação de entrevista

Redação do Correio 24 Horas

Um repórter da Band em Uberlândia (MG) foi agredido por uma procuradora durante uma entrevista gravada para a versão local do "Brasil Urgente" na quarta-feira (20). O jornalista Ricardo Martins estava na Câmara Municipal para fazer uma matéria sobre o aumento dos salários dos vereadores. Ele seria recebido pelo presidente da entidade, mas quando chegou lá encontrou a procuradora Alice Ribeiro no lugar.

Questionada sobre o reajuste de R$ 3 mil nos salários, a procuradora é ríspida ("Se você acha que a Constituição Federal é imoral, problema seu") e depois chama o jornalista de "capcioso" e "cretino". Por fim, se levanta e vai pra cima do repórter. Em entrevista ao Uol, o repórter afirmou que se assustou com a reação. "Foi um apuro, confesso a você que não tive nem reação. Porque ela é mulher, o que eu poderia fazer?! Qualquer coisa que eu fizesse, eu estaria errado", diz.

Para ele, a reação aconteceu porque, antes, ele entrevistou o vereador Hélio FErraz, conhecido como Baiano, que seria namorado da procuradora. "Eu havia questionado o vereador, que é marido dela (namorado). Ela ficou indignada, comprou a briga dele e já começou a entrevista ríspida", diz.