Brasil

Procuradores da Lava Jato pedem que Lula cumpra pena no regime semiaberto

A defesa do ex-presidente precisa se pronunciar sobre o pedido

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

A situação do ex-presidente Lula pode mudar em breve. De acordo com informações da Folha, os procuradores da Lava Jato pediram à justiça que Lula cumpra pena em regime semiaberto."O cumprimento da pena privativa de liberdade tem como pressuposto a sua execução de forma progressiva". O pedido do Ministério Público Federal (MPF) foi assinado pelos procuradores Deltan Dallagnol, Roberto Pozzobon e Laura Tessler.

Ainda segundo a Folha, o fato de Lula já ter cumprido um sexto da pena foi utilizado como argumento para concessão de prisão domiciliar para cumprimento da pena.  A defesa do ex-presidente precisa se pronunciar sobre o pedido.

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Em entrevista à Folha, o advogado de Lula Cristiano Zanin contou que vai conversar com o seu cliente.  "Na segunda-feira vou conversar novamente com o ex-presidente sobre o assunto; a posição dele orientará a nossa manifestação no processo. Mas seja qual for a posição de Lula sobre a progressão, isso jamais poderá prejudicar o julgamento da suspeição do ex-juiz Sergio Moro pelo STF, como pretende o Ministério Público, pois todo o processo deve ser anulado, com o restabelecimento da liberdade plena do ex-presidente".

Se Lula aceitar o regime semiaberto, é provável que ele cumpra a pena em casa.