Brasil

Professor é acusado de assediar alunas com idades entre 13 e 14 anos

Em depoimento, o homem preferiu não se pronunciar sobre as acusações

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Um professor de educação física, que não teve o nome divulgado, foi acusado de assédio sexual contra três alunas com idade entre 13 e 14 anos. De acordo com as investigações a Polícia Civil, ele elogiava a aparências das vítimas e chegou a enviar "figurinhas de sacanagem". O caso aconteceu em Pinhalzinho, no Oeste de Santa Catarina. 

“Foi realizada busca e apreensão, análise de celulares, oitiva de testemunhas e se concluiu, ao final, evidente crime de assédio sexual cometido. [...] Basta que você seja ser humano e viva em sociedade para olhar aquelas mensagens e ver que ele queria algo de cunho sexual com as meninas”, disse o delegado que investiga o caso Jeronimo Marçal Ferreira.

Inicialmente, as vítimas contaram para uma professora o que estava acontecendo e ela levou o caso para direção da escola. Depois, a situação chegou ao conhecimento da polícia, em maio deste ano. O inquérito foi submetido à Justiça na quarta-feira (23).

Após decisão judicial, o professor foi afastado de suas funções na escola. Em depoimento, o homem preferiu não se pronunciar sobre as acusações. Ele não foi detido, mas caso seja condenado pode pegar pena de até dois anos.