Brasil

Quatro anos após morte de Cristiano Araújo, país perde mais um cantor no auge da carreira

Internautas estão compartilhando imagem dos dois juntos no palco

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Em 2015, em meio ao período junino, Cristiano Araújo sofreu um acidente de carro e morreu no auge da carreira. Quatro anos depois, o Brasil perdeu mais um cantor sertanejo que estava no melhor momento profissional.

Foto: Reprodução / Twitter
O acidente desta segunda-feira (27) fez internautas compartilharem uma imagem com os dois no cantores no palco. "Quem diria, 4 anos após a morte de Cristiano Araújo, ele se encontraria com Gabriel Diniz pra cantarem juntos novamente", escreveu um usuário do Twitter.

No dia 24 de junho daquele ano, um grave acidente na BR-153, em Goiás, matou o cantor Cristiano Araújo e a namorada dele, Allana Moraes. Além de Cristiano e Allana, que estavam no banco traseiro do veículo, outras duas pessoas estavam no carro e sofreram apenas ferimentos leves.



Sobre o acidente

O cantor Gabriel Diniz morreu ao sofrer um acidente de avião. No início da tarde desta segunda-feira (27), o passaporte do artista foi achado perto do local do acidente, em Sergipe. A informação foi confirmada pela produção do músico ao iBahia.

Diniz fretou a aeronave após fazer um show em Feira de Santana, neste domingo (26). De acordo com o 'Jornal Hoje', o acidente aconteceu em Porto do Mato, em Estância, perto da divisa entre Sergipe e Bahia. O voo tinha decolado de Salvador e caiu em uma areia de difícil acesso. O comandante Virgílio, um dos responsáveis pelo resgate, disse à Record que as equipes encontraram três corpos no local da queda. Amigos do cantor estiveram no local do acidente e o reconheceram entre os corpos que foram encontrados.

Nas redes sociais, o cantor tinha postado sua felicidade por ter se apresentado no interior da Bahia. Ele também reclamou de sentir dor de barriga e até chegou a postar vídeo enquanto recebia soro fisiológico na veia.

Quem foi Gabriel Diniz
Natural de Campo Grande, Gabriel Diniz, começou sua carreira cedo quando ainda na adolescência, reuniu-se com amigos da escola e criou a "banda de garagem", tornando-se sensação entre a juventude de João Pessoa/PB. Foram esses os primeiros passos da caminhada do cantor em sua trajetória como cantor.

Aos 19 anos, GD dividia o palco com a faculdade de Engenharia quando foi convidado para ser vocalista de uma conhecida banda do cenário forrozeiro, Capim com Mel. Pouco tempo depois, Gabriel Diniz buscava algo maior, foi quando em parceria com a Luan Promoções e Eventos – empresa do segmento de produção, e gerenciamento da carreira de artistas responsável por artistas como: Wesley Safadão e Garota Safada, Magníficos, Luan Santana, Zezé di Camargo e Luciano, Bruno e Marrone entre outros -, lançou-se à frente da banda Forró na Farra e consolidou-se no nordeste.

Logo em seguida embarcou em desafio ainda maior, assumir os vocais da banda Cavaleiros do Forró. Embora tenha sido curta sua estádia na banda (2010-2011), foi o suficiente para GD garantir a experiência necessária para se lançar em carreira solo.

O cantor tornou-se conhecido nacionalmente no ano passado, após estourar com o hit 'Jennifer'. Single que ficou em 1° lugar entre as mais tocadas nas rádios e paradas de streamings de música do Brasil se tornando o hit do verão de 2019.