Brasil

Quatro homens são presos por torturar e matar empresário estrangulado

"Vítima foi estrangulada, recebeu golpes de um pedaço de garrafa quebrada no pescoço, pedradas na cabeça e depois ainda atearam fogo", contou o delegado

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

No último sábado (12), um homem de 48 anos, que não teve o nome divulgado, foi encontrado morto ao lado de uma caminhonete incendiada, em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. De acordo com informações da polícia, o rosto da vítima estava queimado e havia várias marcas de corte no pescoço.

A Polícia Civil prendeu quatro suspeitos de cometer o assassinato e desovar o corpo, nessa terça-feira (15). Em depoimento, eles confessaram os crimes de tortura e asfixia. 

"Eles disseram que decidiram matá-lo, em comum acordo. Somente o laudo necroscópico vai dar detalhes, porém, sabemos que a vítima foi estrangulada, recebeu golpes de um pedaço de garrafa quebrada no pescoço, pedradas na cabeça e depois ainda atearam fogo tanto nele como na caminhonete, principalmente, com a intenção de dificultar o trabalho da polícia", contou o delegado Camilo Kettenhuber, titular da 2ª Delegacia de Polícia Civil. 

Nos relatados para polícia, um dos suspeitos contou que foi acusado de furtar o estabelecimento da vítima e teria sido torturado por ele. Eles também contaram que a vítima implorou pela vida. Os nomes dos envolvidos não foram divulgados.