Brasil

Romero Britto quebra silêncio sobre vídeo de peça quebrada e diz que ele é de 2017

Artista disse não admitir desrespeito e negou ter dito, na ocasião

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Romero Britto abriu o jogo nas redes sociais sobre o vídeo que viralizou no últimos dias, que mostra uma mulher quebrando uma escultura dele após reclamar de desrespeito do brasileiro no restaurante dela. Segundo o artista, o vídeo é de 2017.

Através do stories do Instagram, Romero deu a versão dele sobre o caso. "Fui vítima de uma pessoa que foi a uma de minhas galerias de arte e quebrou uma escultura que havia ganhado. Uma peça pesada de porcelana que, ao quebrar em pedaços, poderia ter causado danos a mim, a ela ou a qualquer outra pessoa no local. É lamentável, mas a integridade física das pessoas foi colocada em risco naquele momento", disse.

"Infelizmente, há pessoas que querem ficar famosas às custas de outro. Através da minha arte, meu propósito sempre foi o de levar alegria, amor e esperança a todos. Não admito desrespeito e jamais tive a intenção de desrespeitar alguém. A internet é muitas vezes injusta e as pessoas não estão preocupadas com a verdade. Gostam de confusão, drama, negatividade, de julgar sem analisar os fatos. Vou continuar minha missão de alegrar o mundo, que como nunca precisa de mais amor, felicidade, esperança e otimismo", completou Romero.

Na ocasião, a mulher, que é dona de um restaurante em frente a galeria de Romero em Miami, Estados Unidos, disse que o artista teria ido ao estabelecimento dela e desrespeitou funcionários. "Você humilhou a minha equipe, pediu para abaixar a música, pediu para que eles não falassem", disse ela no vídeo.