Brasil

Saiba como fica o recebimento da 2ª parcela do auxílio para quem não recebeu a primeira

Detalhes foram divulgados pelo presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

As pessoas que ainda não receberam a primeira parcela do auxílio emergencial (oferecido por causa da pandemia do novo coronavírus) terão que esperar por mais 30 dias para receber a segunda parcela e mais 30 dias, a terceira. As informações são do jornal Extra. 

"Quem receber a primeira parcela agora espera um mês para receber a segunda e outro mês para receber a terceira", disse o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, durante  transmissão através de uma rede social.

Com o atraso no pagamento do auxílio, Pedro Guimarães informou, anteriormente, sobre a possibilidade de as pessoas receberam mais de uma parcela ao mesmo tempo. Mas ele explicou que isso não será possível por determinação do Ministério da Cidadania.

Segundo o Extra, além do total de 8,3 milhões de trabalhadores que ainda não receberam a primeira parcela do auxílio, há 5,3 milhões de cadastros represados, em análise na Dataprev. Segundo balanço da Caixa, 50,4 milhões de pessoas já receberam, totalizando R$ 35,8 bilhões.

Ainda de acordo com o jornal, o pagamento da segunda parcela começou nesta segunda-feira (18) para os beneficiários do Bolsa Família. Já para os demais, o cronograma terá início na quarta-feira (20), de acordo com o mês de nascimento. Além disso, desta vez, o crédito será feito em uma conta poupança digital e somente será permitido usar os dinheiro para pagar contas, pelo aplicativo da Caixa. A medida não afeta o Bolsa Família.