Brasil

Sem bloqueios em estradas, abastecimento de comida se normaliza

Protestos de caminhoneiros são mantidos no Porto de Santos, no litoral paulista, e militares do Exército, soldados do Batalhão de Ações Especiais de Polícia (Baep) e a Marinha do Brasil

Agência O Globo

 Sem bloqueios em rodovias, o fornecimento de alimentos começou a se normalizar em SE, SP, RJ, TO, PE e DF, na manhã desta quinta-feira, segundo o G1. Protestos de caminhoneiros são mantidos no Porto de Santos, no litoral paulista, e militares do Exército, soldados do Batalhão de Ações Especiais de Polícia (Baep) e a Marinha do Brasil chegaram ao local, com veículos blindados, na manhã desta quinta-feira (31), para fazer a segurança nos acessos ao Porto e garantir a saída dos caminhões que estavam dentro dos terminais.

Foto: Reprodução/EBC

No Rio de Janeiro, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), não há pontos de manifestações e o trânsito flui sem problemas nas rodovias do estado. O trânsito na Ponte Rio Niterói e na Niterói-Manilha flui sem retenção ou excesso de veículos, na manhã desta quinta-feira. Devido ao feriadão de Corpus Christi, as principais vias que cortam o Rio terão esquema especial no trânsito. A concessionária Ecoponte estima que 638 mil veículos passem pelos dois sentidos da Ponte Rio-Niterói durante o feriado.

Em São Paulo, também não há registro de bloqueio em estradas e com poucas filas em postos de gasolina, de acordo com o G1. Minas Gerais tem reflexos, nesta quinta-feira, por causa do protesto dos caminhoneiros. Em Belo Horizonte há vários postos de combustível com filas grandes para abastecimento de veículos. Em Juiz de Fora, na Região da Zona da Mata; em Ipatinga, no Vale do Aço; em Varginha, no Sul; em Divinópolis, no Centro-Oeste; não há mais pontos ocupados por caminhoneiros e os postos de combustíveis estão sendo reabastecidos.

As estradas que cortam o Grande Recife também não têm mais bloqueios e a situação está se normalizando, segundo o G1. Os caminhões voltaram a circular normalmente, sem necessidade de escolta. Os postos de combustíveis ainda estão com filas. Segundo o presidente do Sindcombustíveis-PE, Alfredo Pinheiro Ramos, a situação de abastecimento de combustível no interior do estado deve ser normalizada em até 8 dias.

As estradas do Mato Grosso do Sul e do Mato Grosso também não têm mais bloqueios e nem pontos de manifestação nas rodovias federais que cortam os dois estados. No Pará, caminhoneiros estão reunidos em apenas dois pontos das rodovias federais. Há concentração da categoria na BR158, no km 595, em Redenção e na BR-163, no km 226, em Novo Progresso. De acordo com a PRF, não há interdição de vias. As rodovias estaduais foram desobstruídas ainda na quarta.