Brasil

Sem citar Lula, Bolsonaro se pronuncia: 'Não dê munição ao canalha'

Através do twitter, presidente postou vídeo com seu discurso

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Após ignorar a libertação de Lula, na última sexta-feira (8), o presidente Jair Bolsonaro se pronunciou indiretamente através de discurso. Sem citar o nome do ex-presidente, Bolsonaro escreveu através do twitter "Não dê munição ao canalha, que momentaneamente está livre", junto com um vídeo de pronunciamento. 


"Amantes da liberdade e do bem, somos a maioria. Não podemos cometer erros. Sem um norte e um comando, mesmo a melhor tropa, se torna num bando que atira para todos os lados, inclusive nos amigos. Não dê munição ao canalha, que momentaneamente está livre, mas carregado de culpa", escreveu.
Foto: Reprodução
Em um segundo tweet, o presidente completa com: "Iniciamos a poucos meses a nova fase de recuperação do Brasil e não é um processo rápido, mas avançamos com fatos. Não dê munição ao canalha, que momentaneamente está livre, mas carregado de culpa".

Confira: