Brasil

"Senti que fosse o meu filho", diz mãe do goleiro Danilo sobre abraço em repórter

"Gostaria de pedir desculpa, porque eu o emocionei no momento em que ele estava trabalhando", contou ela

Agência O Globo
- Atualizada em

Em meio à dor pela perda de um filho, dona Ilaídes Celine Padilha teve um gesto de generosidade ao abraçar o repórter Guido Nunes, do canal SporTV, durante uma entrevista. A paranaense é mãe do goleiro Danilo, uma das 71 vítimas do voo da Chapecoense, que caiu perto da cidade de Medellín, na Colômbia. 

Em entrevista ao programa 'Encontro com Fátima Bernardes', na manhã desta sexta-feira, ela contou o que sentiu naquele momento e pediu desculpas pelo ato, um dos mais comoventes desde o dia 29 de novembro, dia da tragédia.

"Quando eu o abracei, senti que fosse o meu filho. Não tinha mais o meu para fazer isso. Gostaria de pedir desculpa, porque eu o emocionei no momento em que ele estava trabalhando. Ele tinha que fazer as perguntas e não eu perguntar”, afirmou Ilaídes. 

"Eu estava procurando um repórter de rádio, um comentarista. Saí no meio de todo mundo, desconhecida, mas queria abraçar alguém. A equipe me pediu a entrevista e eu aceitei. Eu não sabia que eu iria fazer isso com ele".