Brasil

Sobrinho do cantor Naldo Benny morre durante operação na Maré

Além de Denis, outro homem — ainda não identificado — também foi morto durante a ação policial

Rafael Nascimento, da Agência O Globo
A Polícia Civil investiga a morte de Denis Brito, de 23 anos, sobrinho do cantor de funk Naldo Benny, durante uma operação do Comando de Operações Especiais (COE) da Polícia Militar, na Vila dos Pinheiros, no Complexo da Maré, Zona Norte do Rio, na manhã desta segunda-feira. Houve intenso confronto na região. Além de Denis, outro homem — ainda não identificado — também foi morto durante a ação policial.
Foto: reprodução
Na manhã desta terça-feira, parentes e amigos de Denis estiveram no Instituto Médico Legal (IML), no Centro do Rio, para fazer o reconhecimento e a liberação do corpo. Ainda não há informações sobre o local do velório e do sepultamento. Nas redes sociais, Naldo lamentou a morte do sobrinho: "Denis, eu te amo! Descanse em paz. Que dor no coração, meu Deus! Saudades...", postou o cantor.

A assessoria de Naldo enviou uma nota à imprensa, reforçando o carinho do tio: "Naldo está profundamente abalado, pois era um sobrinho querido. Naldo está muito triste. E junto da mãe do Denis, sua irmã Soleide, Naldo sempre foi muito próximo a essa irmã. Ele amava o Denis. A família está completamente sem chão", destaca o texto.

Já Pablo Jorge, filho de Naldo, postou uma mensagem no Twitter, também na manhã desta terça-feira. "Queria te apresentar as ruas desse mundo, te mostrar o quanto vale a nossa vida e quanta coisa boa podemos conquistar. Infelizmente, o crime não deixou", afirmou.

Escolas, creches e postos de saúdes fechados
Durante a operação da PM, cinco unidades de saúde da comunidade foram fechadas, informou a Secretaria municipal de Saúde do Rio. Já a Secretaria municipal de Educação afirmou que 25 unidades de ensino tiveram o horário de funcionamento afetados nesta segunda-feira. A estimativa é que, mais de 4 mil crianças ficaram sem aulas.