Brasil

Soldado do Exército morre após treinamento: 'falência múltipla dos órgãos'

No boletim médico, que foi divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde, consta que o jovem chegou desidratado, com febre, vomitava bastante e estava desorientado

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Na última sexta-feira (10), um soldado do Exército de 18 anos, identificado como Rafael Luz Marques, após um treinamento militar.O caso aconteceu em Rondonópolis, no Mato Grosso (MT).

De acordo com informações do G1 MT, o Exército Brasileiro abriu inquérito militar para investigar a morte de Rafael Luz e a família do rapaz registrou um boletim de ocorrência na Polícia Civil alegando crime de tortura.  

Foto: reprodução

O soldado havia ingressado no quartel recentemente. Segundo o G1 MT, Rafael Luz se sentiu mal durante um treinamento no dia 7 de abril, foi atendido na própria sede do Exército e depois levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Rondonópolis.

No boletim médico, que foi divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde, consta que o jovem chegou desidratado, com febre, vomitava bastante e estava desorientado. Ele sentia muitas dores, mas não falava, apenas reagia.

Rafael Luz chegou a ser transferido para um hospital particular de Rondonópolis, a pedido do Exército, mas na sexta-feira morreu.

Familiares do soldado informaram ao G1 que no atestado de óbito declara a causa da morte como falência múltipla dos órgãos e choque séptico, que é quando uma infecção se espalha rapidamente pelo corpo e pode levar à morte. 

Em nota ao G1, o Exército de Rondonópolis lamentou a morte do soldado e disse que está prestando apoio a família. A investigação do Exército do ocorrido deve ser divulgado em 40 dias.