Brasil

‘Sou inocente’, diz Cunha após Conselho de Ética da Câmara aprovar sua cassação

Em nota, ele afirma que irá recorrer da decisão desta terça-feira

Agência O Globo

Após o Conselho de Ética da Câmara aprovar relatório pela cassação de Eduardo Cunha (PMDB/RJ) por 11 votos a 9, o parlamentar do Rio divulgou uma nota oficial à imprensa em que afirma que irá recorrer da decisão desta terça-feira. “Sou inocente da acusação”, diz Cunha, ao fim do comunicado. Leia na íntegra:“Nota à imprensaCom relação à aprovação do parecer do Conselho de Ética, tenho a declarar

1 - Após inúmeras manobras de adiamento, o Presidente do Conselho de Ética finalmente submeteu o processo à votação;

2- O processo foi todo conduzido com parcialidade, com nulidades gritantes, incluindo o próprio relator, que não poderia ter proferido parecer após ter se filiado a partido integrante de bloco do meu partido. Essas nulidades serão todas objeto de recurso com efeito suspensivo à CCJ, onde, tenho absoluta confiança, esse parecer não será levado adianta;

3 - Também confio que, em plenário, terei a oportunidade de me defender e de reverter essa decisão;Repito: sou inocente da acusação, a mim imputada pelo parecer do Conselho de Ética, de mentir a uma CPI.

EDUARDO CUNHA”