Brasil

Suspeito de matar mulher enforcada se declarou para ela um dia antes da morte

Gilton fugiu após morte de Thayane e recebeu voz de prisão no hospital após acidente

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Gilton Santos Pintos é o principal suspeito de matar Thayane Nunes da Silva, arquiteta asfixiada na última quinta-feira (2), no Rio de Janeiro. Um dia antes da morte, no entanto, ele se declarou para a namorada em uma rede social. 

Em foto postada por Thayane, Gilton comentou "meu tudão". A jovem respondeu "vida".

Foto: Reprodução/Instagram

Após a morte da arquiteta, o suspeito gravou um vídeo nas redes sociais. "Gente, eu estou aqui pedindo mil desculpas pelo que aconteceu hoje, para depois não me julgarem, julgarem os meus familiares. Porque a vida, é, ninguém sabe o que se passa com um casal", afirma Gilton no vídeo, que foi logo apagado por ele.

Na fuga, o homem se envolveu em acidente na Rodovia Rio-Santos e precisou ser levado para o Hospital Municipal de Japuíba. Lá mesmo, ele recebeu voz de prisão na sexta-feira (3).