Brasil

Técnico de enfermagem é preso suspeito de estuprar paciente em coma

"Uma funcionária viu o técnico com o pênis ereto ao lado dela. Ele estava com a calça abaixada e tinha sangue na roupa", contou o delegado

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Na última quarta-feira (18), um técnico de enfermagem de 49 anos, que não teve o nome divulgado, foi presos suspeito de estuprar uma paciente que estava internada, em coma, na UTI. O caso aconteceu em um hospital particular em Ceilândia, no Distrito Federal. As informações são do G1 DF.

De acordo com informações do delegado Maurício Iacozzillido, que investiga o caso, ao G1 DF, a vítima tem 46 anos e teria sido abusada por volta das 2h30.

"Uma funcionária viu o técnico com o pênis ereto ao lado dela. Ele estava com a calça abaixada e tinha sangue na roupa", contou o delegado.



O técnico de enfermagem trabalhava na unidade de saúde há dois meses e, entre as funções, ele era responsável pelo banho dos pacientes internados. Ele não tinha antecedentes criminais.

O suspeito foi encaminhado para 15ª delegacia (Ceilândia) e ficará preso aguardando a audiência de custódia. Caso seja confirmado a autoria do crime, ele vai responder por estupro de vulnerável e a pena pode chegar a 15 anos de prisão.