Brasil

Telefônica anuncia compra da GVT

Grupo espanhol controlará 92,5% da empresa resultante da integração da Telefónica Brasil com a GVT

Da redação
- Atualizada em

O conselho do grupo francês Vivendi anunciou nesta sexta-feira (19) a venda da filial brasileira para a companhia espanhola Telefónica. Segundo a agência EFE, o grupo espanhol controlará 92,5% da empresa resultante da integração da Telefónica Brasil com a GVT. A Vivendi controlará 7,5%.


A Telefónica vai pagar 4,66 bilhões de euros (cerca de R$ 14 bilhões) para a Vivendi. A empresa francesa receberá ainda 12% do capital da sociedade resultante da integração da Telefônica Brasil e da GVT.


A GVT está presente em mais de 10,4 milhões de locais, em 21 estados brasileiros, além de 2,5 milhões de clientes de banda larga.


No último dia 28 de agosto, a Telefónica, gigante espanhola, saiu como a grande vencedora ao desbancar a Telecom Italia na disputa pela GVT, da francesa Vivendi.


Ao oferecer 7,45 bilhões de euros(cerca de R$ 22,35 bilhões) pela empresa de telefonia fixa e banda larga brasileira, dos quais 4,66 bilhões de euros (R$ 14 bilhões) em dinheiro vivo, os espanhóis convenceram os franceses, que deixaram de lado a oferta de 7 bilhões de euros (R$ 21 bilhões) dos italianos, dos quais apenas 24% (R$ 5 bilhões) seriam em espécie.


A controladora da Vivo ainda pode levar uma fatia importante da TIM. E, assim, aumentar seu poder de fogo no maior mercado da América Latina, consolidando-se na liderança de telefonia e banda larga. Na semana passada, também circularam informações de que Oi, Vivo e Claro pretendem apresentar proposta de compra conjunta pela TIM.


O presidente da Claro, Carlos Zenteno, disse que a controladora da empresa, a mexicana América Móvil, foi sondada pelo banco BTG Pactual para participar de eventual compra da TIM.


Matéria original: Correio24h
Telefônica anuncia compra da GVT