Brasil

'Tenho apenas 10 anos, por favor, me ajuda', diz garota vítima de abuso em carta à polícia

No papel, vítima ainda disse: "agora me sinto estranha perto de garotos, eu me sinto insegura"

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Uma garota de dez anos chocou policiais militares durante uma ação social ao entregar uma carta em que relatava sofrer assédio sexual de um seguidor nas redes sociais. O caso aconteceu em uma escola da cidade de Parintins (AM).

Foto: Reprodução

A garota afirma que o assédio aconteceu na última segunda-feira (21), segundo informações do G1 Amazonas. A vítima diz na carta que "agora me sinto estranha perto de garotos, eu me sinto insegura". Ela ainda escreve no papel o tipo de ofensa que lhe foi dirigida. "Disse que eu era gostosa, que meu corpo era fofo que eu era sexy que queria lamber minha... [sic]".

De acordo com o G1, a própria Polícia Militar censurou trechos do bilhete antes de divulgar para a população. A intenção da PM é alertar sobre a incidência desse tipo de caso nas redes sociais.



"Chorei muito com medo. Não sei que cidade ele mora, não sei nada sobre ele. [...]. Tenho apenas 10 anos, por favor, me ajuda", terminou a criança na carta.

A família da criança já foi comunicada. A Polícia Civil informou ao G1 por nota que não houve registro do caso na Delegacia Especializada de Polícia (DEP) de Parintins.