Brasil

Trabalhadores com salário reduzido irão receber compensação média de R$ 752,44

A redução de jornada e de salário poderá valer por até três meses, enquanto a suspensão do contrato por 60 dias

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br )
- Atualizada em

Os trabalhadores que tiveram redução no salário e contrato suspenso devido ao novo coronavírus, deve receber em média, uma compensação de R$ 752,44 do governo, de acordo com o Ministério da Economia. 

Segundo o site Extra, cerca de 5,4 milhões de empregados assinaram acordos com as empresas e devem receber o Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda (BEm), criado para enfrentar os efeitos econômicos da pandemia do novo coronavírus. 

Nesta segunda-feira (4) o governo começou a liberar o pagamento a mais de um milhão de trabalhadores. O valor mínimo da parcela é de R$ 261,25, e o máximo de R$ 1.813,00. 

A redução de jornada e de salário poderá valer por até três meses, enquanto a suspensão do contrato por 60 dias. O trabalhador que aderir ao acordo poderá ter estabilidade por igual neste período.

Os trabalhadores podem acompanhar a data do pagamento do benefício emergencial na Carteira de Trabalho Digital. Para ter acesso aos dados, devem ser consultados a aba de benefícios, em que haverá um quadro acima das áreas para seguro-desemprego e abono salarial.

O benefício é concedido a trabalhadores que tiverem jornada reduzida ou contrato suspenso e ainda auxílio emergencial para trabalhadores intermitentes com contrato de trabalho formalizado, nos termos da Medida Provisória 936/2020.