Brasil

Único filho biológico de Anderson e Flordelis desabafa e pede justiça 'doa a quem doer'

Nas postagens, o filho do pastor destaca que acredita na solução do crime

Diego Amorim, da Agência O Globo
- Atualizada em

O único filho biológico do pastor Anderson do Carmo, assassinado a tiros em junho, e da deputada federal Flordelis (PSD) tem usado as redes sociais para desabafar sobre a morte do pai. Nas publicações postadas em seu perfil do Instagram, o jovem músico Daniel dos Santos de Souza, de 21 anos, diz que o pai "não merecia isso", afirma que a justiça será feita "doa a quem doer" e aponta que "querem sujar a sua imagem de honra" do pai, a quem chama de "amigo" e "herói".

Foto: Reprodução
"Não sei por que fizeram isso com você de uma forma cruel. Destruíram nossa família, nossa história. Acabaram com tudo que a gente construiu, estou com meu coração aflito, sangrando por dentro com muita dor. E a única palavra que me vem é justiça, porque você não merecia isso. Ainda querem sujar sua imagem de honra, e isso não podemos deixar pois sabemos quem o senhor foi para nós, filhos. Sabemos do seu caráter, da sua generosidade. O que fizeram com você foi pura covardia", publicou Daniel no último dia 3 de julho.

Nas postagens, o filho do pastor destaca que acredita na solução do crime: "O nosso Senhor Jesus Cristo não deixa nada escondido. A verdade será descoberta, quem fez vai pagar por isso, pois a justiça do Senhor não falha!! Eu te amo", disse Daniel, que ainda colocou as hashtags #JUSTIÇA e #FALAPASTOR junto a uma foto de Anderson.

Na última publicação, Daniel gravou um vídeo tocando piano e postou com a legenda "Tudo é possível para aquele que crê, então eu creio que a justiça de Deus virá, meu pai. Te amo". E essa não é a única declaração de amor. No dia 26 de junho, o músico postou uma foto do pai, deixando clara a saudade: "A cada dia que se passa, sinto mais dor e mais saudades do senhor, meu amigo, do meu pai ao meu lado. Com todos os seus defeitos, sempre tentando acertar, cheio de qualidades."

Anderson e Flordelis são pais de 55 filhos, sendo quatro biológicos e 51 adotados. Tão grande quanto a família é a trama que estaria por trás do assassinato do pastor. Um filho biológico e outro adotado estão presos, suspeitos de participação no crime. Anderson foi morto na madrugada de domingo, na casa da família, em Pendotiba, Niterói. No imóvel, moram cerca de 30 filhos, metade menores de idade.