Brasil

Vendedor sem uma mão expõe humilhação de cliente que recusou pedido por demora

Desabafo de José Rafael Marciano nas redes sociais ganhou repercussão: 'fiz com maior carinho'

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Um vendedor de salgados foi às redes sociais para desabafar e ganhou repercussão ao contar a humilhação pela qual passou. José Rafael Marciano tem apenas uma mão e contou que um cliente recusou a mercadoria por ele ter demorado demais. O caso aconteceu na cidade de Marília (SP).


“Fiz com maior carinho, fui até na casa, aí não quis mais porque demorei um pouco. Gente, eu faço tudo na mão, sou deficiente físico, faço tudo com dificuldade, agora vieram me xingar, me ofender. Sobrou muito salgado. Se alguém quiser", disse o homem na publicação.

Foto: Reprodução/Redes sociais

José Rafael contou ao G1 que trabalha como pintor, mas, durante a pandemia de coronavírus, ele passou a vender salgados e pães para complementar a renda. Segundo ele, ele recebeu o pedido de mais de 50 salgados às 9h e teria que entregar ás 11h, mas acabou conseguindo finalizar tudo às 13h.


“Aí ele me xingou no telefone, disse que eu não era profissional, que eu era vagabundo, que eu tinha que ter avisado antes. Eu fiquei magoado, triste, chorei muito porque sou muito emotivo”, lembra Rafael ao G1.


Felizmente, a história caiu nas redes sociais e gerou bastante repercussão positiva. “Fiquei muito feliz porque estou recebendo muita ajuda. Recebi ligação de vários países, me dando apoio inclusive financeiramente. Até famosos compartilharam. Estou anestesiado, nem consegui dormir”, disse.