Brasil

'Verdinha': traficantes vendem maconha com rosto de Ludmilla a R$ 35 no RJ

Cantora foi acusada de fazer apologia ao crime após lançar canção

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

'Verdinha', música de Ludmilla, rendeu mais uma polêmica para a conta da cantora. Depois de ter o hit notificado para alguns órgãos e até perder contrato com uma marca, o clipe de Lud virou embalagem de um produto inusitado.

Foto: Reprodução | Fábia Oliveira

É que nesta segunda (13), Fábia Oliveira recebeu uma foto com a imagem de Ludmilla estampada em um pacote de maconha. De acordo com a colunista, a droga foi vendida no Rio de Janeiro por R$ 35,00. A maconha é chamada de 'A Braba'.

Vale ressaltar que recentemente, a funkeira foi alvo de acusações do deputado Junio Amaral, do PSL-MG. Segundo o político, Ludmilla fez apologia às drogas com a música 'Verdinha'. Em sua defesa, a cantora alega que a canção fala de alface.

Confira abaixo a nota da assessoria jurídica da cantora Ludmilla:

A cantora Ludmilla, através de sua assessoria

jurídica, representada pelo advogado José Estevam Macedo Lima, vem a

público externar veemente repúdio a veiculação da imagem da cantora ao

uso e comercialização de entorpecentes.  

Com efeito, a cantora tem sido alvo de uso

indevido de sua imagem que constitui flagrante violação aos seus

direitos da personalidade, que lhe são assegurados pelo Código Civil

Brasileiro.

Por fim, a cantora esclarece que não poupará

esforços para adotar todas as medidas cíveis e criminais que se fizerem

necessárias, de modo a repelir e responsabilizar os autores das

veiculações do conteúdo a seu respeito.