Brasil

Vereador que chamou Parada LGBTI de 'fim do mundo' é preso acusado de estuprar adolescente

Em dezembro de 2019, edil chamou o evento LGBTQi+ de 'imoral'

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

O vereador Daniel do Abade, de Caruça (PA), foi preso na última sexta-feira (23) acusado de ter estuprado uma garota de 15 anos. Em dezembro de 2019, o edil tinha chamado a Parada LGBTI de 'fim do mundo' e de 'imoral'. As informações são do G1 Pará.

A polícia civil informou ao G1 que, durante as investigações, foram colhidas provas materiais como vídeos, áudios e depoimentos de testemunhas que comprovam a autoria do abuso sexual.

Daniel foi preso e conduzido para o sistema penal do estado e irá responder pelo crime de estupro qualificado de menor. De acordo com a polícia civil, o suspeito já estava sob condicional antes do pedido de prisão, mas ele não cumpria os horários estabelecidos pelas autoridades.

Procurada pela TV Liberal, a câmara de vereadores da cidade não se pronunciou sobre o caso. O advogado de Daniel também não foi localizado pela reportagem e, até o momento, o MDB, partido do vereador, também não se posicionou.