Brasil

Viagens para paraísos com piscinas naturais custam a partir de R$ 305

São cenários deslumbrantes que permitem contato com a natureza e mergulho em águas cristalinas com visitas a recifes

Agência O Globo

O verão está chegando e quem sonha em mergulhar em águas cristalinas pode planejar viagens para paraísos com piscinas naturais para se refrescar. Os destinos sugeridos pelo site Momondo estão localizados em sua maioria na região Nordeste do Brasil, e têm fácil acesso para os viajantes. São cenários deslumbrantes que permitem contato com a natureza e mergulho em águas cristalinas com visitas a recifes, corais e uma riquíssima fauna marinha.

Maragogi (Alagoas)

Acessível a partir de Alagoas ou de Pernambuco, a cidade de Maragogi oferece belezas naturais de tirar o fôlego. A grande atração local, as Galés, conjunto de piscinas naturais localizados a 6 km da costa, impressiona por seu visual esplendoroso. Como os passeios são realizados em dias e horários que variam de acordo com a tábua de marés, é necessário planejá-los com antecedência. O voo ida e volta para Maceió custa R$ 866 em janeiro. De lá demora-se mais uma hora até Maragogi.

Porto de Galinhas (Pernambuco)

O destino se destaca por seu imenso conjunto de recifes localizados perto da orla. Para preservar a região, o acesso e tempo de passeio nessa área são controlados por monitores. Durante a maré baixa, formam-se piscinas naturais que impressionam por sua beleza. O voo até Recife saindo do Rio de Janeiro custa, em janeiro, a partir de R$ 575 e, de lá, a viagem até a cidade demora 1h.

Gruta do Lago Azul, Bonito (Mato Grosso do Sul)

Principal cartão postal de Bonito, a gruta é uma daquelas paisagens arrebatadoras. O azul intenso impressiona e encanta visitantes. A passagem ida e volta até Campo Grande custa R$ 495 em janeiro. Até Bonito o voo direto custa a partir de R$ 1.176.

Loquinhas, Chapada dos Veadeiros (Goiás)

A Chapada dos Veadeiros é um paraíso natural de cerrado em Goiás. São mais de 300 cachoeiras espalhadas por municípios como Vila de São Jorge, Cavalcante e Alto Paraíso, considerada a porta de entrada para a Chapada. É importante que o turista saiba que para chegar às atrações é necessário estar disposto a caminhar. A passagem até Brasília custa R$ 305 em janeiro e, de lá, é possível seguir de ônibus ou de carro até a Chapada dos Veadeiros.

Baía dos Porcos, Fernando de Noronha (Pernambuco)

Com apenas cem metros de extensão, essa praia oferece uma das experiência mais incríveis do Nordeste brasileiro. Sua faixa de areia é rodeada de rochas vulcânicas e fica sob a sombra do belíssimo Morro Dois Irmãos. É possível observar bem de perto a beleza de peixes, ouriços e estrelas do mar. O voo ida e volta até Noronha custa R$ 1.739.

Maracajaú (Rio Grande do Norte)

A região é famosa pelos “parrachos”, área de corais, recifes e tubos de arenito, que formam um dos mais belos cenários naturais do estado. Durante a maré baixa, o espaço se transforma em uma gigantesca piscina de água morna e límpida, com profundidade de até três metros. A passagem até Natal custa a partir de R$ 608 ida e volta em janeiro.