Brasil

Vídeo: homem arremessa criança no chão após ela ter chutado a bola no lugar do filho

Nas imagens, é possível ver que o homem o repreende o menino e depois e, em seguida, ele é arremessado ao chão

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Um homem foi flagrado jogando uma criança contra o chão após ele ter chutado e bola no lugar do filho de dois anos, em uma quadra um condomínio de Goiânia (GO). O caso aconteceu na noite desta segunda-feira (17) e toda a ação foi gravadas pelas câmeras de segurança do local. As informações são do G1 Goiás.

Nas imagens, é possível ver que menino de cinco anos chuta a bola e, em seguida, o homem o repreende e depois pega a criança e o arremessa contra o chão. A mãe do menino agredido denunciou o caso na Polícia Militar e o suspeito foi levado para a Central de Flagrantes da cidade.

Segundo o boletim de ocorrência, ele disse que, quando o filho ia chutar a bola em direção ao outro grupo de crianças e eles teriam demonstrado irritação com isso. Ele disse ainda que uma menina pediu para que o menino fizesse o filho dele de 'bobinho'. Em seguida, de acordo com o pai, a criança veio e chutou a bola.

Em depoimento, ele disse ainda que, após isso, foi em direção ao menino para reprimi-lo e que levantou a criança para levar até a menina e 'tirar a história a limpo'. Em seguida, ele teria começado a se debater e o homem o soltou no chão.

O homem disse ainda que "em nenhum momento teve a intenção de agredir as crianças, uma vez que não é de sua índole" e afirmou à polícia que 'está arrependido' e se coloca à disposição para "conversar e pedir desculpas pelo acontecido".

O delegado que atendeu o caso, Eduardo Carrara, disse ao G1 que, após ser ouvido, o pai foi liberado.

"O menino passou por exame de corpo de delito e ficou constatado que ele não sobre nenhuma lesão. Em razão dos fatos, ele assinou um TCO [Termo Circunstanciado de Ocorrência] por tentativa de lesão corporal e foi liberado", disse o delegado ao G1.


Segundo a polícia militar, o homem teria confundido o nome da brincadeira e acreditou que estavam ofendendo o filho.

"Segundo informações no local, uma menina, que estava brincando com um rapaz, ela o chamou para brincar de bobinho, que é um jogo que as crianças gostam de brincar. O cidadão, pelo jeito, deve ter entendido que estava xingando o filho dele de bobinho. Nisso, já pegou o menino, empurrou contra a cerca da quadra e logo depois o atirou no chão", explicou o subtenente Rosildo Cruz ao G1.

Veja o vídeo: