Brasil

Vídeo mostra Eduardo Suplicy sendo carregado por policiais durante protesto;veja

O ex-senador Eduardo Suplicy, de 75 anos, foi detido pela Polícia Militar durante protesto em uma reintegração de posse na Zona Oeste de São Paulo

Agência O Globo
- Atualizada em

O ex-senador e candidato a vereador Eduardo Suplicy, de 75 anos, foi detido pela Polícia Militar, que cumpre, desde as 5h desta segunda-feira, uma reintegração de posse na região da Rodovia Raposo Tavares, Zona Oeste de São Paulo.


Moradores da comunidade de Cidade Educandário realizam um protesto na área, com registro de confronto com policiais. O terreno, que pertence à prefeitura de São Paulo, é ocupado por cerca de 350 famílias há, pelo menos, três anos.


De acordo com a prefeitura, as casas construídas no espaço em disputa correm risco de desabamento por estarem em cima de um barranco e os moradores já teriam sido cadastrados para o devido recebimento da bolsa-aluguel.


Às 8h, a Tropa de Choque da polícia chegou ao local e se deu o embate com moradores apedrejando policiais, que revidavam com bombas de efeito moral e de gás lacrimogêneo.


Ainda não há confirmação oficial por parte da polícia sobre o motivo da prisão do ex-senador, que participava do protesto. Um vídeo que circula nas redes sociais mostra o momento em que Suplicy é levado pela PM. Veja:





Um outro vídeo mostra o momento em que Suplicy aparece deitado no asfalto ao lado de alguns moradores, momentos antes de ser detido pelos policiais.


Suplicy foi levado à 75ª Delegacia de Polícia Civil (Jardim Arpoador). Na página do político no Facebook, sua assessoria informou oficialmente a detenção: "Suplicy acaba de ser preso pela PM após protestar contra reintegração de posse. Nesse momento está sendo levado para o 75 DP, do Jardim Arpoador. Mais tarde daremos mais informações. Assessoria".