Brasil

Vídeo mostra momento em que assassino invade igreja para matar fiéis

O ex-militar Rudson Aragão Guimarães invadiu a Igreja Batista Shalom, em Minas Gerais, e matou outras três pessoas — duas mulheres e o pai do pastor

Redação e Agência O Globo
- Atualizada em

Na última terça-feira (21), o ex-militar Rudson Aragão Guimarães, de 39 anos, invadiu a Igreja Batista Shalom, em Minas Gerais, e matou outras três pessoas — duas mulheres e o pai do pastor. Um vídeo do momento exato que o homem invade a igreja, que foi registrado pelas câmeras do estabelecimento, está circulando nas redes sociais.

A Polícia Militar foi acionada para o local e atingiu Aragão com um tiro de fuzil no ombro. Ele foi levado para o Hospital Municipal da cidade.

Foto: reprodução
De acordo com informações da Polícia Militar de Minas Gerais, antes de chegar à igreja, o homem foi até a casa da mãe, onde estava a ex-namorada — Heloísa Vieira, de 59 anos, e a golpeou com uma faca na altura do pescoço. A vítima foi resgatada pelo Corpo de Bombeiros, por volta das 19h45, levada ao hospital municipal, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Após esfaquear a ex-namorada, Rudson seguiu em direção da igreja. No local, acontecia uma reunião fechada — cerca de 20 pessoas estavam presentes no local.

Veja vídeo:



No vídeo, é possível ver que fiéis estão em uma roda de oração na frente da igreja quando o homem entra com uma arma na mão. Ele faz ameaças e não deixa as pessoas saírem pela porta da frente. Depois, ele atira contra Antônio Rama, 67 anos, pai do pastor. Momentos após, o ex-militar matou duas mulheres.

Em contato com o G1 Triângulo Mineiro,  o sargento Cirino de Menezes, da assessoria comunicação d 45º Batalhão de Polícia Militar, testemunhas contaram que o autor estava fazendo ameaças ao pastor Evandro Rama depois dele ter sido retirado de um grupo do WhatsApp da igreja por motivos de comportamento. A informação foi confirmada por familiares da vítima.