Brasil

Vídeo mostra momento em que deputado passa a mão nos seios da deputada

Isa Penna registrou um boletim de ocorrência por assédio sexual e uma denúncia de quebra e decoro contra Fernando Cury

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

A deputada estadual Isa Penna (PSOL) registrou uma queixa nesta quinta-feira (17) por assédio sexual e uma denúncia de quebra e decoro contra o deputado  estadual Fernando Cury (Cidadania). Durante uma sessão da Alesp (Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo) esta quarta-feira (16), o parlamentar se aproximou por trás de Isa, colocou as mãos na altura dos seios (veja o vídeo abaixo).

As imagens mostram o momento enquanto a deputada conversada com o presidente Cauê Macris (PSDB), apoiada no balcão do plenário. No momento em que ele passa as mãos nos seios dela, ela reage e afasta o deputado com as mãos.

"Eu estava de costas, só senti a mão dele escorregar na minha lateral. No momento em que eu senti, virei e falei para ele: 'Quem você acha que você é? Você está louco? Passar a mão em mim assim?' E empurrei, tirei a mão dele", relatou a deputada em entrevista ao UOL.

Ao portal UOL, Isa Penna disse ainda que Cury estava bebendo antes do início da sessão. Após a reação da deputada, ele fez 'cara de mal entendido' e pediu desculpas. Pouco tempo depois, ele e outros parlamentares estavam 'rindo do assunto'.

"Me sinto violada e exposta, mas me sinto forte porque sei que não estou sozinha", pontuou a depurada.

Veja o vídeo:



"A conduta lamentável do Parlamentar se dirigiu, desta vez, a uma das Deputadas, mas coloca em risco a integridade sexual de todas as demais que estão no exercício de seu mandato. A conduta do Dep. Fernando Cury é ato de violência política de gênero e, portanto, um ataque direto à democracia", diz a representação apresentada por Isa Penna ao conselho de ética da Alesp.

Na quinta-feira (17), o deputado falou na tribuna que estava "triste e constrangido"  com a repercussão do caso, mas negou que tenha cometido qualquer tentativa de assédio.

"Eu queria dizer que pouquíssimas, pouquíssimas vezes, eu subi nessa tribuna durante o meu mandato. E subo aqui hoje muito constrangido e muito triste pelo fato que foi aqui ocorrido e relatado, pelo julgamento feito, mas estou aqui para passar a minha versão para vocês", iniciou Cury, em seu discurso.

"Em primeiro lugar, gostaria de frisar a todos, principalmente as mulheres que estão aqui, que não houve, de forma alguma, da minha parte, a tentativa de assédio, importunação sexual ou qualquer outra coisa ou qualquer outro nome semelhante a esse. Eu nunca fiz isso na minha vida toda. E quero dizer, de forma veemente, inclusive para todas as mulheres que estão aqui, eu nunca fiz isso. Mas se a deputada Isa Penna se sentiu ofendida com o abraço que eu lhe dei, eu peço, de início, desculpa por isso. Desculpa se eu a constrangi. Desculpa se eu tentei, como faço com diversas colegas aqui, de abraçar e estar próximo. Se com esse gesto eu a constrangi e ela se sentiu ofendida, peço desculpas", prosseguiu.

Ele disse ainda viu o vídeo novamente e não enxergou 'nada demais' no ocorrido.