Brasil

Youtuber faz relato emocionado sobre relacionamento abusivo que vivenciou; vídeo

Especula-se que o ex do qual ela se refere seja o também youtuber Otávio Albuquerque, mais conhecido como Tavião

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

A youtuber Dora Figueiredo, que possui mais de um milhão de escritos em seu canal no Youtube, publicou nesta quarta-feira (17) um relato emocionando sobre o relacionamento abusivo que vivenciou. Mesmo sem citar nomes, especula-se que o ex-namorado em questão seja o também youtuber Otávio Albuquerque, mais conhecido como Tavião.

Foto: Reprodução/Youtube
Durante os 17 minutos de gravação, Dora relata que no início do relacionamento tudo era 'lindo', mas ao poucos o ex-namorado começou a apresentar indícios de um relacionamento abusivo. No momento, o depoimento possui mais de 370 mil visualizações. Ela pontuou que o vídeo tem como objetivo ajudar mulheres que estão passando ou já passaram por uma situação parecida.

“Resolvi contar a verdade pra vocês sobre o que eu vivi, pra de alguma forma eu conseguir ser sincera com vocês, pra que as mulheres que passam por isso não me sintam fracassadas como eu me senti. E pras pessoas se conscientizarem de uma vez que abuso psicológico, relacionamento abusivo, é o primeiro passo pra violência doméstica, violência física”, contou Dora.

Uma das coisas mais impactantes que ouviu do ex-namorado se deu quando ela o questionou se ele a amava e ele respondeu:  "‘Dora, eu te odeio. Eu só estou com você, porque eu gosto da sua cachorra e porque eu tenho medo de você me expor na internet'".

“Foi do controlar o volume da minha fala até controlar o que eu falava na internet. No começo era: ‘coma comidas diferentes’ para ‘eu não vou nunca mais comer perto de você porque você não respeita a comida’. Foi de: ‘poxa, eu tenho dificuldade de entender sua depressão porque não tenho nada parecido’ para ‘você é a mulher mais fraca que já conheci, tenho certeza que você nunca vai melhorar da depressão e eu não quero uma mulher doente do meu lado’", relatou a youtuber.

Horas após a publicação do depoimento, Otávio, que possui mais de 250 mil inscritos em sua página do Youtube chamada 'Coisas que nunca vivi (ou evitava viver) fez uma série de postagens em seu Twitter sobre o assunto.

"O tribunal da internet está, sempre, criando monstros e heróis baseado em um único lado da história: poucos diálogos, muitos julgamentos. Agradeço a todos os apoios e também aos ataques que estou recebendo, pois sei que há algo a aprender com tudo isso. Talvez para todos nós", escreveu o youtuber.