Acidente grave

Ônibus e carreta colidem na BR-163 e deixam 11 mortos no Mato Grosso; veículos ficaram destruídos

Algumas vítimas foram socorridas e encaminhadas para o hospital; ônibus transportava 45 passageiros

Redação iBahia
17/05/2022 às 17h21

2 min de leitura

Um grave acidente entre um ônibus de viagem e uma carreta na BR-163 deixaram 11 mortos nesta terça-feira (17), no Mato Grosso. Os veículos colidiram em Sorriso, no norte do estado. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), há outras vítimas em estado grave.

De acordo o g1, a PRF informou que o ônibus transportava 45 passageiros. O motorista ficou preso às ferragens e precisou ter o braço amputado no momento da batida. Ele foi restagatado com vida, mas está em estado grave. O motorista da carreta teve lesões leves.

O ônibus saiu de Cuiabá com destino a Sinop, a 503km da capital Mato Groso. O veículo pretende fazer uma última parada antes da chegada, quando o acidente ocorreu entre Sinop e Sorriso. Já a carreta saía de Sinop para Rondonópolis.

Foto: Divulgação/PRF

Ao g1, o perito Leandro Vaendorf disse que em uma das pistas tem uma marca de frenagem produzida pelo ônibus. O rastro indica que o coletivo invadiu a pista contrária. Ainda segundo o perito, a velocidade não foi a causa do acidente.

O superintendente da PRF diz que as informações iniciais apontam que o motorista do ônibus teria dormido ao volante. Por conta do acidente, a posta ficou totalmente interditada e as vítimas estavam sendo socorridas por equipes de resgate de concessionária Rota do Oeste e Corpo de Bombeiros.

Um helicoptério do Centro Integrado de Operações Aéreas (CIOPAer) também foi encaminhado para o local para ajudar no resgate dos sobreviventes.

“Um acidente muito trágico, muito triste. Talvez um dos maiores que já registramos nesse trecho. Temos várias pessoas que já foram removidas e encaminhadas ao hospital”, disse o chefe da PRF de Sorriso, Leonardo Ramos, ao g1.

O chefe da PRF disse que as causas do acidentes ainda serão apuradas.

“Serve de alerta para todos os motoristas que passam por essa região. Esse é um trecho extremamente perigoso, um show de imprudências, de desrespeito à sinalização, de excesso de velocidade, e o resultado, infelizmente, é esse”, sinalizou.

Leia mais sobre Brasil em iBahia.com e siga Portal no Google Notícias.