Carnaval

Agentes apreendem mais de 17 mil materiais proibidos no Carnaval

Somente neste sábado (2), a quantidade de materiais retirados das ruas da folia foi 5.794

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Visando garantir a segurança dos foliões e ordenamento do comércio informal nos circuitos do Carnaval, agentes da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop) já apreendeu 17.097 itens irregulares, nos três dias da folia. Somente neste sábado (2), a quantidade de materiais retirados das ruas foi 5.794.

No acumulado, os itens irregulares mais aprendidos foram: latinhas de cerveja que não são da marca do patrocinador (9.446), água (4.301), espetinhos (1.260), refrigerantes (1.194), isopor (178), cavalete de metal/madeira/tabuleiro/balcão (50), vasilhame de vidro (102), carros de mercado (76) e churrasqueira/fogão/fogareiro (33).

“O foco é proteger as pessoas. Não só o folião, mas os trabalhadores, os ambulantes, que no momento de uma eventual confusão podem acabar se machucando. A gente trabalha com base no reflexo das ocorrências registradas pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS)”, ressaltou o titular da Semop, Felipe Lucas.

Além dessa ação prévia, durante a folia a Semop promove uma ação de aproximação e acolhimento com o comércio informal. A ação, realizada corpo a corpo, visa levantar dados e informações de cada vendedor, fazendo o reconhecimento da atividade e dificuldades encontradas.