Carnaval

Bloco do 'Corra pro Abraço' desfila no 'Carnaval Social' do Pelô

Bloco saiu pelas ruas do Pelourinho, seguindo pelo Terreiro de Jesus em direção ao Largo Quincas Berro D’água

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Nesta quarta-feira (7), o cortejo com os blocos do Corra pro Abraço, formado por usuários de substâncias psicoativas, os Invisíveis e o pipoca da prevenção do Grupo de Apoio à Prevenção à Aids da Bahia, saiu pelas ruas do Pelourinho, seguindo pelo Terreiro de Jesus em direção ao Largo Quincas Berro D’água.  

(Foto: Divulgação)

Para o secretário da Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), Carlos Martins, este é o Carnaval dos direitos humanos. "E nada melhor do que começar com essas pessoas que precisam de atenção, do combate e da prevenção ao uso abusivo de drogas. O Corra pro Abraço trabalha muito com isso e nós mostramos ao mundo essa temática importante para garantir os direitos humanos. Essa é uma política pública de redução de danos e o que se espera da visibilidade é que as pessoas evitem o preconceito. Por isso o tema do bloco é Nenhum Direito a Menos", disse.

A coordenadora geral do Corra pro Abraço, Trícia Calmon, afirmou que o programa está com uma equipe de plantão, em parceria com o Tribunal de Justiça, no Núcleo de Prisão em Flagrante, atendendo e recebendo as pessoas que passam pela audiência de custódia e estejam dentro do perfil de usuários do serviço. "Prestamos orientação jurídica e de assistência social, seguindo nessa questão da promoção de direitos".