Carnaval

Broder procura alguém para usar horário do bloco; Claudia vem atrás

Claudinha sai de domingo a terça no Circuito Dodô; Edilson Capetinha não quer nem saber da história

Thais Borges (thais.mascarenhas@redebahia.com.br)
- Atualizada em

Se antes o bloco Broder cederia espaço ao Largadinho, da cantora Claudia Leitte, agora ele está sozinho. Segundo Ivana Solon, uma das sócias da ED Dez Produções, o espaço do Broder será ocupado pelo próprio bloco, que ainda está em busca de atração.


Claudinha sai de domingo a terça no Circuito Dodô; Edilson Capetinha não quer nem saber da história




O desfile do bloco de Claudinha, por sua vez, está confirmado, mas depois do antigo parceiro. “O horário do Broder é do Broder, 19h30 de domingo a terça. Nós sabemos qual é a programação e eu vou seguir o certo”, declarou Ivana.

O Broder deve sair com um trio sem cordas. “Alguns artistas já entraram em contato, mas não posso dizer nomes, porque estamos em negociação”, afirmou a sócia da ED Dez Produções.


Inicialmente, o Largadinho sairia no espaço que é do Broder. No entanto, o bloco de Claudia Leitte quase ficou impedido de sair quando Ivana acusou de estelionato o marido e sócio, o ex-jogador Edilson Ferreira, o Capetinha.

De acordo com Ivana, Edilson negociou o lugar do Broder na fila do circuito Dodô  (Barra-Ondina) para Claudia Leitte, sem sua autorização. Além disso, o espaço já tinha sido negociado com a Timbalada até 2014.


Procurado pelo CORREIO, Edilson limitou-se a dizer que as acusações da ex-esposa não têm fundamento. “Eu não aluguei vaga nenhuma”.

Para o ex-jogador, o caso está encerrado, uma vez que o desembargador da Quarta Câmara Cível do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ), José Olegário Caldas, derrubou a liminar solicitada por Ivana. Ela tinha entrado com pedido para cancelar o contrato com a produtora de Claudia Leitte, acatado pelo Plantão Judiciário.


Ivana, no entanto, reforçou que só entrou com o pedido  porque não queria ser vinculada à negociações “ilícitas”. “Minha advogada avisou a todos, inclusive a equipe dela (Claudia Leitte), desde agosto. Mas o pessoal continuou com a negociação”, afirma.


Ela garante, ainda, que não teve motivações financeiras. “Eu estou fazendo o certo e o pessoal estava divulgando como se fosse briguinha de casal”, queixou-se.


Largadinho
De acordo com o presidente do Conselho do Carnaval (Concar), Pedro Costa, a entidade determinou uma vaga específica para o bloco de Claudia Leitte na fila do circuito Dodô.


“Essa situação é uma suspeita quase confirmada da venda da vaga pelo Broder. Mas nossa comissão de ética está apurando, porque não queremos antecipar nenhum juízo de valor”, disse. Segundo Costa, o Broder pode perder a vaga na fila se a suspeita for confirmada.


Através de nota, a assessoria de Claudia Leitte afirma que o Largadinho sairá às 19h30, horário previsto para o Broder. Ainda segundo a assessoria, o bloco de Claudia está totalmente habilitado a desfilar.


Após o episódio, o prefeito ACM Neto declarou que a prefeitura deve aumentar a fiscalização das vendas de espaços pelos blocos. “Vamos limitar essa possibilidade e dar absoluta transparência ao processo. Essas regras vão colaborar para organizar o carnaval”. A fiscalização para evitar venda de vaga na fila dos blocos está prevista para o próximo ano.



Matéria original: Correio 24h

Broder procura alguém para usar horário do bloco; Claudia vem atrás