Carnaval

Dentistas dão dicas e alertam para problemas de saúde bucal no Carnaval

Consumo excessivo de bebidas alcoólicas é o primeiro problema apontado pelos profissionais

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)


Durante o Carnaval os foliões só querem saber de curtir. E, para uma parte, curtir significa paquera e, consequentemente, beijo na boca. O que quase ninguém se preocupa é com a saúde bucal, mas passar do limite pode ser bastante prejudicial. 

O consumo excessivo de bebidas alcoólicas é o primeiro problema apontado pelos profissionais, que alertam para a possível desidratação causada pelas altas doses de álcool combinadas com o calor nas ruas de Salvador. “Dependendo do nível de desidratação, a pessoa poderá sentir dificuldade até em falar. Imagine beijar. Esse desequilíbrio pode trazer como consequência o mau hálito, com a perda dos efeitos antibacterianos da saliva”, explica a dentista Agda Rios. 

O profissional Eduardo Oliva sugere, além da escovação básica e do uso do fio dental, o consumo de maçã, por ser um alimento detergente, que limpa os dentes. 

Caso não dê tempo de escová-los após a alimentação – o que não é recomendado –, o cirurgião-dentista indica as gomas de mascar sem açúcar, que disfarçam o mau hálito e neutralizam o pH da boca. “ Ficar sem comer é outra cilada, já que grandes períodos de jejum são pratos cheios para o mau hálito”, reforça.