Carnaval

Foliões abrem espaço para fã de Saulo se aproximar de trio elétrico; veja vídeo

O artista compartilhou o vídeo do momento em Salvador em seu perfil do Instagram

Agência O Globo
- Atualizada em

Foliões que pulavam ao som do trio elétrico do cantor Saulo Fernandes em Salvador abriram passagem para uma de suas maiores fãs, a designer Mariana Fuso, de 24 anos. Ela é fã dele há dez anos e, de tanto ir a seus shows, já o conheceu pessoalmente. E mais: a aglomeração durante o Carnaval é conhecida como Bloco da Mari. A designer frisou ser grata por ele abraçar a causa das pessoas com deficiência. Imagens que mostram a jovem chegando pertinho do trio, e sendo carregada em frente ao ponto onde Saulo cantava, se alastraram pelas redes sociais, emocionando internautas.

O artista compartilhou o vídeo em seu perfil do Instagram, em que escreveu acreditar "no ser humano, no amor e nos invisíveis tão amados". A cena foi registrada na folia de sábado, mas foi no domingo que começou a viralizar.

"Foi surreal, lindo, muito massa. Foi cansativo, mas valeu muito a pena. As pessoas têm empatia. Vi que ainda existem pessoas que enxergam o outro e respeitam suas necessidades. O Saulo é uma pessoa incrível, maravilhosa, ele dá voz para minha causa. Isso só foi possível porque ele é assim. Lá todo mundo se respeita", afirmou a jovem, que tem dificuldades de locomoção devido à paralisia cerebral.

Ainda muito animada, ela contou que sentiu vontade de ir para a pipoca de Salvador desde quando Saulo passou a se apresentar nela, mas confessou que, no início, sentia medo da multidão. Os amigos deram uma forcinha e a convenceram. O grupo colocava uma corda ao seu redor e acabou dando certo. A iniciativa de Mari, que tem o canal no YouTube "Ops Mari" (em que aborda seu cotidiano), serviu como inspiração para outros também curtirem a pipoca. No carnaval deste ano, foram seis pessoas com deficiência juntas no espaço.