Jogar polo exige investimento alto

Cada cavalo custa até R$50 mil

Redação iBahia
O polo é considerado um "esporte de elite" no Brasil, já que exige investimentos altos em equipamentos, uniformes, animais e estrutura. Segundo dados do Haras Polo Brasil, cada cavalo custa de R$8 mil a R$50 mil. Fora o valor de compra, ainda é preciso vacinar, treinar e tomar os cuidados necessários como tosa e banho.

Além disso, os cavalos precisam ser transportados em caminhões climatizados para as provas e seguir uma alimentação adequada, já que o polo é dos esportes que mais exige esforço do animal. Durante uma partida, que dura até 56 minutos, cada um dos oito jogadores de um time deve dispor de pelo menos seis cavalos puro-sangue, que passarão, em média, apenas sete minutos participando do jogo.

Veja também:
TV à prova d'água é boa opção para banheiros luxuosos

Para treinar o cavalo, é necessário alugar um espaço próprio para essa tarefa. Assim, os atletas acabam se associando a clubes que cobram até R$50 mil por ano.