Carnaval

Millane Hora fala sobre estreia no Carnaval de Salvador, polêmicas e The Voice

Cantora puxará bloco sem cordas já nesta terça-feira (21), na pré-estreia da folia momesca

Fernanda Varela, do Correio 24h (fernanda.varela@redebahia.com.br)

A folia já está rolando solta no Carnaval de Salvador. Oficialmente, a festa só começa na quarta-feira (22), mas a cidade já conta com programação festiva desde sexta-feira (17). Para Millane Hora, que assumiu os vocais da Timbalada em novembro do ano passado, a festa já vai começar. Hoje, terça-feira (21), a cantora faz a sua estreia na maior festa de rua do mundo. A partir das 18h, a loira animará a festa com a Timbalada, que puxará o bloco Pipoco/Skol, que sai sem cordas. O percurso, que tem duração de quatro horas, será inverso ao tradicional do carnaval, com início no Morro do Gato, em Ondina, e chegada no Farol da Barra. 

Millane, que sobe pela primeira vez no trio da Timbalada, admite que está ansiosa para se encontrar com a multidão. "Minha estreia vai ser regada de amor e alegria. Estou numa onda de felicidade extrema. Muito feliz e realizada com tudo. Quem estiver com a gente vai perceber este momento, porque vai ser muito massa. Será um Carnaval de muito amor e liberdade. Quem quiser ser feliz, cola na gente", disse a vocalista. Além do batuque do timbal, o trio terá a apresentação do DJ Alok. No mesmo dia, Saulo e Léo Santana se apresentam em um palco montado na Barra.

Apoio para o grande dia de Millane, não vai faltar. É o que garante Denny, que viveu a emoção de estrear na banda em 2007. "Estou aqui desde muito jovem e acompanhei todas as formações da Timbalada, esta diversidade sempre esteve muito presente, é algo que faz parte da nossa história. E, com certeza, a chegada de Millane, que é dona de uma voz linda e está na estrada há um bom tempo, veio para somar, e para mim está sendo um grande prazer”, revela o cantor, que faz parte da banda desde moleque. Quando tinha 12 anos, Denny entrou para o projeto sociocultural Casa da Criança e do Adolescente. Na época, ele, que já cantava em uma banda semelhante ao Olodum, também fez cursos de dança, capoeira, teatro e oficina de escultura de madeira.

Apesar de ser estreando  no Carnaval de Salvador, Millane Hora já é velha conhecida da festa de rua. "Em Maceió tive banda de axé que puxou alguns carnavais por lá. E até mesmo em Salvador, onde cantei nos dois circuitos com Ivete (no Campo Grande) e com Claudinha no (Barra-Ondina). Porém, obviamente, não há comparação. Esse ano, não sou convidada e sim anfitriã e a alegria é inexplicável. Meus Carnavais ou foram trabalhando ou como foliã, muitos deles aqui em Salvador", contou ela em entrevista ao CORREIO.

E a agenda de Millane será cheia. Ao lado de Denny, ela se apresentará na sexta (24) no bloco Timbalada, que sai no circuito Dodô (Barra/Ondina). No sábado, vai rolar repeteco do bloco Timbalada no Barra-Ondina e, à noite, a banda se apresenta no Camarote Salvador. No domingo (26), os timbaleiros de plantão curtem a folia no bloco Coruja e, à noite, a banda estica a festa no Camarote Skol. A agenda não para por aí. Na segunda-feira (27), a Timbalada se apresenta em Recife e, no dia seguinte, volta para Salvador, onde se fecha os festejos no Camarote do Nana. 

O Carnaval vai ser um marco importante na carreira da artista. Não apenas pelo peso de puxar o bloco da Timbalada, mas para colocar um ponto final nas polêmicas que se envolveu no início da trajetória na banda. Para quem não lembra, a cantora foi vaiada logo na sua primeira apresentação à frente da banda, em um ensaio no Museu du Ritmo. Na época, timbaleiros chegaram a promover um boicote aos ensaios e sugeriram que ninguém participasse dos shows.

Sonho realizado

Quem vê Millane Hora nos vocais da Timbalada pode até pensar que a cantora é baiana, mas, na verdade, a cantora, que participou do The Voice de 2015 e teve Cláudia Leitte como técnica, é alagoana. A loira nasceu em Arapiraca e, após chamar atenção no programa musical, foi convidada para integrar a banda. Um antigo sonho, segundo ela. "Eu sempre fui fã da Timbalada. De ir ao show, de ser foliã, de sentir arrepio assim que a banda inicia o show, sabe? Ficava olhando e pensando: "Poxa, sempre teve uma voz feminina bem que podia ser eu." Olha só o que me aconteceu", disse encantada. 

Millane não nega as raízes. Segundo a timbaleira, é graças ao seu passado que ela conseguiu realizar o sonho de ser vocalista de uma das mais tradicionais bandas da música baiana. "O The Voice não é um programa que te deixa famoso do dia para o noite. É importante saber que ali é uma vitrine para você mostrar o seu trabalho, sabendo que depois dele a luta só aumenta. É um processo de aprendizado diário, são muitos sonhos e muita gente boa. Lá a gente aprende muito e cresce, sempre com a certeza que a luta não acaba nunca", explica. 

Preparada

Não é só a voz que é uma preocupação da vocalista. Para fazer bonito  no carnaval, ela, que tem 33 anos e canta desde os 13 anos, tem investido pesado na musculação e nas aulas de boxe. Tudo para não perder o pique. "O desgaste é físico mas é um prazer imenso estar em cima do palco servindo ao público. Venho me preparando com boxe e musculação e preparando a voz com muita terapia vocal. Vai ser muito massa, estou numa sede incrível pelo carnaval", comenta ela, que também está empolgada com o figurino que exibirá nos trios. 

Segundo a loira, ela usará roupas inspiradas no tema liberdade, mas não revela detalhes. Ela prefere deixar o mistério no ar para surpreender os fãs. 

Confira a agenda da Timbalada:

Sexta (24): Bloco Timbalada

Sábado (25): Bloco Timbalada e Camarote Salvador

Domingo (26): Coruja e Camarote Skol

Segunda (27): Recife e Camarote Club

Terça (28): Camarote do Nana