Entretenimento

'Mulher Maravilha 2' será primeiro filme a adotar regras antiassédio

Diretrizes formuladas pelo Sindicato dos Produtores foram entregues à indústria

Agência O Globo
- Atualizada em

"Mulher Maravilha 2" será o primeiro filme a adotar as novas diretrizes do Sindicato dos Produtores (Producer's Guild of America, ou PGA) contra assédio sexual. A informação foi divulgada no sábado, durante a premiação do PGA.

Foto: Reprodução/ Instagram

Já o documento foi divulgado no dia anterior e distribuído para produtores, elencos e outros profissionais da indústria. As diretrizes incluem sugestões de como produtores devem se comportar dentro e fora do set, assim como regras envolvendo o treinamento de elenco e equipe.

O texto formulado pelo PGA orienta como possíveis vítimas ou testemunhas de assédio devem agir. Recomenda, por exemplo, "contactar as autoridades apropriadas imediatamente" e fazer anotações toda vez que presenciar situações abusivas.

Também define o que assédio. "Um abraço, um beijo na bochecha ou um toque casual não configura, necessariamente, assédio", explica um dos itens. "O importante é se o comportamento é ofensivo ou não é bem-vindo."

As diretrizes do PGA foram criadas após a onda de denúncias que varreu Hollywood no ano passado, e surgem na esteira dos movimentos antiassédio #Metoo e Time's Up.

"Mulher Maravilha" deve estrear em 13 de dezembro de 2019 nos Estados Unidos. Patty Jenkins e Gal Gadot voltarão aos postos de diretora e protagonista, respectivamente.