Carnaval

Projeto 'Cheiro Híbrido' revive magia de antigos carnavais

Na sexta-feira de carnaval, a cantora Vina Calmon convida o folião para relembrar a magia do bloco Cheiro

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Durante muitos anos, o bloco Cheiro de Amor desfilou nos circuitos do Carnaval de Salvador. Em homenagem, o projeto 'Cheiro Híbrido' quer reviver os momentos que marcaram a folia momesca. A ideia é levar mortalhas e os abadás temáticos para a rua. 

Foto: Divulgação | Cezar Guerra
O projeto é misturar foliões de épocas diversas, mas que já tiveram experiência com o Cheiro no maior Carnaval do mundo.  O folião que desejar seguir a banda no circuito Barra/Ondina, na sexta-feira de Carnaval, vai ganhar um abada personalizado da “Pipoca do Cheiro”.

Além disso, o Grupo vai reservar um espaço na frente do trio, com cordão de isolamento para aproximadamente 500 pessoas, apenas para aqueles que entrarem em contato com o bloco antecipadamente no número (71) 2104-6060 e garantirem a sua participação gratuita, informando apenas se estarão de macacão, mortalha, fantasia ou abada temático.

No repertório, grandes e inesquecíveis sucessos do Cheiro e da folia baiana, “Criatura”, “Papel de Pão” e “Nosso amor é assim”, além de hits atuais da música brasileira.