Coluna

A gosto da inspiração: conheça mulheres do cinema e audiovisual baiano neste mês de agosto

Ana Júlia Ribas, sócia-realizadora da Alfazema Filmes, é natural de Macaúbas, formada em Cinema pela UESB e atua em Salvador desde 2017

Redação iBahia
03/08/2022 às 10h35

2 min de leitura
Foto: Vanessa Agarão

Neste mês de agosto vou trazer aqui algumas inspirações de mulheres do cinema e audiovisual baiano que eu tenho por perto (ainda bem!) e que estão renovando e trazendo muita força pro setor de audiovisual na Bahia. Começo com uma baiana de Macaúbas, localizada na região central do estado da Bahia, na Chapada Diamantina, que se formou em Cinema e Audiovisual pela Universidade Federal do Sudoeste da Bahia (UESB) e, não por acaso, é minha parceira na realização da Alfazema Filmes, fundada em dezembro de 2018.

Ana Júlia atua na área de direção, fotografia e montagem e veio para Salvador em 2017 para se jogar, aprender, trabalhar e criar. Ela conta que percebe uma crescente nas produções do audiovisual baiano nesses últimos anos, tanto no interior quanto na capital. “Cada vez mais vejo colegas mulheres roteirizando e dirigindo obras. E isso é fantástico”, afirma.

Foto: Caio Lírio

Para Júlia, ser mulher já é um desafio em qualquer lugar do mundo, “mas quando você cresce em uma cidade pequena e resolve se debandar pra uma cidade tão grande, os desafios se multiplicam, desde o entendimento da lógica de mercado e a adaptação na cidade levam anos”. Ela diz que a sorte foi trabalhar “com pessoas incríveis, que me fortalecem e me mostram diversas cidades de Salvador em uma só”.

 Atuando em diversas áreas da gravação à edição, Ana Júlia conta com alegria que os trabalhos que mais gostou de ter realizado foi do universo da música, e o mais notório deles foi a gravação e edição do Sesc Jazz – Universo Percussivo Baiano, em 2021, com o nosso saudoso maestro Letieres Leite.

E quem ela tem como inspiração nesse setor aqui na Bahia? Uma colega sua de faculdade, Rayane Teles, cujo último trabalho chama-se “O Ovo” e está rodando vários festivais ao redor do mundo. Por aqui não vão faltar exemplos e inspirações femininas no cinema e audiovisual baiano, viu?! Vamos em frente.

Leia mais sobre Luz, Alfazema e Ação no ibahia.com e siga o portal no Google Notícias