Cinema baiano

‘Toda Menina Baiana’: conheça a série que revela a vida de meninas perto de fazerem 15 anos

Toda Menina Baiana está disponível no Globo Play e no Canal Futura; e tem segunda temporada prevista para julho

Vanessa Aragão
25/05/2022 às 10h30

2 min de leitura

O fim do mês se aproxima e com ele vem chegando o 28 de maio – o Dia Internacional de Luta pela Saúde da Mulher. Sabemos que, para se tornar uma mulher saudável, precisamos construir meninas nesse mesmo caminho, o que me lembrou a série Toda Menina Baiana, de Cecília Amado.

A série documental tem duas temporadas, com a segunda prevista para julho, e traz uma diversidade de meninas de toda a Bahia para mostrar como são seus pensamentos, gostos e expectativas com a chegada dos seus 15 anos. A roteirista e diretora da obra contou que a ideia veio da sua própria trajetória de trabalhos, “um filme que leva a outro, a uma série” e os projetos assim foram se entrelaçando.

Toda Menina Baiana veio desde o longa Capitães da Areia, do trabalho feito com jovens de Salvador, entre 14 a 16 anos e “essas entrevistas foram bem marcantes como uma forma de ver a adolescência” conta Cecília. Depois, através do Onde Dormem os Sonhos, ela encontrou uma personagem que fazia parte de um grupo de dança no Lobato, que se apresentava em festas de debutantes. Assim foi investigar esse universo, “sobre o desejo desse ritual, essas festas, quem eram essas meninas, essas futuras mulheres da Bahia”.

Dessa forma a série e sua primeira temporada, com 5 episódios, está disponível no Canal Futura e no Globo Play (inclusive para não assinantes!). A segunda temporada com 13 episódios está prevista para julho, com exibição na TVE, trazendo ainda mais diversidade de meninas indígenas, quilombolas, da zona rural, do MST, do Recôncavo, da Chapada e de diferentes religiões para compor e ampliar ainda mais esse panorama de meninas, suas vidas, desejos e sonhos. Um salve para as mulheres na frente e por trás das telinhas e telonas!

Leia mais sobre Luz, Alfazema e Ação no ibahia.com e siga o portal no Google Notícias