Conexões e Negócios

Como preparar o seu negócio para as vendas de Natal? Veja dicas

Estima-se que o Natal movimente cerca de R$ 34,3 bilhões do comércio varejista

Rodrigo Almeida*

Estamos em novembro e as promoções já começaram.

Não há sequer um shopping que já não tenha montado pinheiros centrais decorados com luzes de pisca-pisca e garantido a presença calorosa do bom velhinho. Tudo pensado - e muito bem pensado - para nos lembrar que é hora de comprar presentes.

Data esperada pelo comércio, estima-se que o Natal movimente cerca de R$ 34,3 bilhões do comércio varejista, segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), garantindo um avanço de 4,3% nas vendas em relação a 2020.

Esperança de melhoria para o faturamento, lojas de rua e centros comerciais já apostam em decorações temáticas, promoções ‘imperdíveis’ e maior presença digital, tudo com foco em garantir uma boa fatia desse crescimento.

Para além do comércio, o mercado de serviços também aposta no ‘espírito natalino’ como um importante impulsionador do autocuidado, realização de sonhos, descanso merecido e reformas desejadas. Para quem tem empresa, o momento de se preparar é agora. Definir as estratégias corretas serão essenciais para recuperar os prejuízos causados pela pandemia.

Foto: Reprodução

Como forma de auxiliar quem ainda está na dúvida sobre como proceder, separei algumas dicas para quem quer vender mais e melhor!

  • Prepare a sua equipe;

Treine os seus colaboradores para um período de grande demanda e movimento. Reconheça as fragilidades no atendimento e as corrija enquanto o fluxo não aumenta. Aproveite esse momento e avalie a necessidade de contratar mais colaboradores de forma temporária.

  • Prepare o estoque;

Prepare o seu estoque para este momento. Um bom controle de estoque fará com que não falte nada essencial e nem sobre o que não tem demanda.

  • Entre no clima!

Decore a sua loja para o Natal e garanta um ambiente lúdico e convidativo para os clientes. Oferecer um ambiente descontraído estimula as compras e ainda gera boas experiências.

  • Invista no digital;

Muita gente ainda vai evitar compras com aglomerações. Ofereça possibilidades de comprar pela internet e receber em casa.

  • Realize promoções;

É hora de vender, então aposte em ações e promoções que engajem a compra por volume e quantidade.


É tempo de recuperar o que foi perdido e vai ganhar mais quem sair na frente. Então corre!


Rodrigo Almeida* -
@rodrigoalmeidarp
Relações Públicas, Mestre em Gestão e Tecnologia Industrial (SENAI - Cimatec), pós-graduando no programa de MBA em Tendências e Inovações, Palestrante, Professor Universitário de pós-graduação, Consultor e Diretor da agência CRIATIVOS.