Coronavírus

Hospital Sagrada Família reabre com capacidade total de leitos para Covid-19

Ao todo serão abertos 110 leitos para tratamento da doença

Redação iBahia (redacao@ibahia.com )
- Atualizada em

O prefeito Bruno Reis anunciou, nesta segunda-feira (10), a reabertura do Hospital Sagrada Família, na Cidade Baixa, com leitos exclusivos para o tratamento da Covid-19. Segundo o gestor, o local volta a operar com a capacidade máxima. 

"Vamos abrir o hospital com capacidade total, com 40 leitos de UTI e 70 leitos de enfermaria que já começam a funcionar hoje, às 19h", anunciou, durante entrevista coletiva no Palácio Thomé de Souza.

De acordo com o prefeito, a medida é para reduzir a pressão nas Unidades de Pronto Atendimento (UPA) da cidade. Ele destacou, que na capital baiana, há UPAs acima do preconizado pelo Ministério da Saúde. 

Desde o final do ano passado, Salvador vive um surto de gripe, que se somou ao crescimento dos casos de Covid-19 registrados no início de 2022. 

"Se fosse em condição normal, 9 UPAs dariam conta da demanda. Temos 10 UPAs próprias, 5 PAs (pronto-atendimento) e 3 gripários. O Estado tem mais 3 UPAs em Salvador. Ou seja, temos 21 estruturas, quando na verdade, poderíamos ter apenas 9", disse.

No mês de dezembro, o Hospital Sagrada Família era a única unidade da prefeitura que funcionava para tratamento específico da Covid-19. Durante o período, o hospital tinha 20 leitos de UTI e 30 de enfermaria. No final do ano, outros 30 foram abertos.