Coronavírus

Isolamento: especialista dá 5 dicas de como começar a se exercitar a partir de amanhã

Segundo pesquisa da Fiocruz, mais de 60% da população deixou de praticar exercícios físicos desde o início do isolamento social

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

A pandemia da covid-19 continua e neste momento de reabertura dos espaços é importância não só para a economia, mas para cuidar da saúde e prevenir doenças. Redobrar os cuidados com a saúde física e mental são atitudes que se tornaram obrigação para quase toda a população. No entanto, um estudo realizado pela Fiocruz em parceria com a Unicamp e UFMG revela que, pelo menos do lado da prática esportiva, essa não é a preocupação das pessoas: 62% dos brasileiros deixaram de fazer todo e qualquer tipo de atividade física na pandemia. 

Recentemente, a Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) divulgou que o número de mortes por doenças cardiovasculares no país aumentou no primeiro semestre desse ano, na comparação com o mesmo período de 2020. E esses indicadores refletem o descuido dos brasileiros com a saúde.

Retomar a prática de atividades físicas é essencial e, por isso, o iBahia - com a ajuda da Dra. Mariana Baptista, cardiologista do laboratório Image, medicina diagnóstica da Dasa - fez um guia com 5 dicas para você inserir atividade física na sua rotina. Ela explica quais são os cuidados e dá recomendações para idades e situações variadas, isso porque ter conhecimento da condição corporal é fundamental para iniciar qualquer exercício.

Confira cinco dicas da especialista:

  1. A ideia é que seja uma mudança para a vida, não é se tornar atleta de imediato. Por isso, comece devagar. 
  2. Para pessoas saudáveis, o ideal é fazer pelo menos 150 minutos na semana de exercícios aeróbicos e/ou resistidos, que podem ser fracionados em 3 a 5 dias. Entretanto, antes de iniciar a prática esportiva em quem nunca praticou ou ainda se apresenta algum sintoma, principalmente aos esforços, é fundamental uma avaliação médica prévia para fazê-lo de maneira segura. 
  3. Os benefícios do exercício físico regular a longo prazo na vida do indivíduo são inúmeros, com grande impacto na saúde cardiovascular, osteomuscular e mental. O emagrecimento acaba sendo consequência, lembre-se disso. 
  4. A identificação de cardiopatias e potenciais riscos associados ao esforço podem ser feitos através de exames cardiológicos simples, como ECG, teste ergométrico e ecocardiograma. Busque sempre analisar se aquele exercício é ideal para sua estrutura corporal. 
  5. Para iniciar a prática regular de exercícios físicos, faça uma avaliação médica prévia para um direcionamento seguro, identifique o tipo de exercício que te dá prazer e comece aos poucos.